Russas–CE, Sábado, 22 de Julho de 2017

ARede
Rede de fibras do Cear j est pronta e cobre todo o estado
amaior.png amenor.png anormal.png

 

A infovia construída pelo governo do Ceará cobre os 184 municípios do estado, sendo que em 92 deles as fibras ópticas já foram iluminadas. O backbone, inicialmente com 2.200 km de extensão, foi ampliado para 2.510 km para criar redundância e atender aos postos de fronteira da Secretaria de Estado da Fazenda, que serão automatizados. De acordo com o presidente da Etice (Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará), Fernando Carvalho, as fibras iluminadas têm capacidade para transmitir a velocidade de 10 Gbps.

A rede foi construída com recursos do governo estadual (R$ 45 milhões), mais R$ 20 milhões do governo federal, repassados pelo Ministério da Ciência e Tecnologia. Conta, além da parceria com a RNP (Rede Nacional de Pesquisa), com um acordo com a Coelce, a companhia de energia elétrica do estado, que cedeu sua infraestrutura de postes e torres para passar as fibras e abrigou em suas subestações os equipamentos de rede instalados. Em troca, usa 2 pares de fibras, dos 12 pares lançados pela Etice.

 

Segundo Carvalho, com a rede pronta começam a surgir os aplicativos para a oferta de novos serviços, tanto internos, caso dos rádios digitais usados pela polícia, quanto serviços finais para a população - começam as primeiras experiências com telemedicina para uma segunda opinião médica e também para o ensino a distância.

Manutenção e leilão

Para a manutenção da rede, cujos custos são estimados em R$ 4 milhões ao ano, o governo do Ceará vai promover um leilão para a venda de capacidade para as empresas, a preço de custo. "Não estamos pensando em retorno do investimento mas apenas num modelo de sustentabilidade para a manutenção da rede", informou Carvalho. Em julho, o governo promoveu um workshop, que reuniu 150 empresas privadas, para apresentar o projeto. As negociações prosseguiram e o leilão, que estava previsto para setembro, foi adiado em função das eleições e está marcado para o dia 20 de novembro. De acordo com o presidente da Etice, as empresas mais interessadas são as operadoras, fixas e móveis, entre elas a Oi, a Embratel, a GVT e a Vivo.

 

Enviado em: 29/10/2010
grupo.png 0 pessoas comentaram

comentario.png Deixe seu comentario
Nome:

Email: (não é obrigatório)

Comentario:

Digite o que está escrito abaixo:

Copyleft© ONG Ação Digital 2012 – versão 2.6

Desenvolvido por Jezmael Basilio & Thalles Robson