Russas–CE, Sábado, 18 de Novembro de 2017

PNBL
Telebrs est trabalhando em trs diferentes projetos para o PNBL
amaior.png amenor.png anormal.png

14/06/2011
O presidente da Telebrás, Caio Bonilha, está trabalhando em três dimensões para o Plano Nacional de Banda Larga neste ano: um detalha a implementação de ações dentro do orçamento atual da Telebrás, de R$ 350 milhões; um segundo define ações para um orçamento de R$ 600 milhões e o terceiro, para um orçamento de R$ 800 milhões. Os estudos estão sendo feitos a pedido do ministro Paulo Bernardo, das Comunicações. “São projetos de engenharia com três dimensões, conforme os recursos disponíveis”, disse hoje o secretário-executivo do Ministério das Comunicações, Cezar Alvarez, na abertura do 9o. Wireless Mundi, que está sendo realizado pela Momento Editorial, em São Paulo.
Alvarez traçou um panorama do PNBL e relatou as ações previstas para este ano. Informou que a meta definida pela presidente Dilma Rousseff, anteriormente, era de um orçamento anual de R$ 1 bilhão para Telebrás – recursos que, para este ano, não devem se viabilizar devido ao contingenciamento orçamentário.
De acordo com Alvarez, se forem liberados mais recursos para a estatal este ano, a cobertura poderá ser ampliada, assim como a rede de fibra óptica. “Em lugares onde está previsto WiMAX, podemos colocar fibra”, disse, lembrando que o trecho inicial do backbone não contemplava os três estados do Sul. “O acordo com a CEEE (Companhia de Energia Elétrica Estadual) do Rio Grande do Sul vai, por exemplo, estender o PNBL para os três estados do Sul”, citou. Alvarez lembrou também que os estados do Norte, que inicialmente não estavam contemplados na primeira fase do PNBL (a previsão inicial era 2014) devem ser igualmente incluídos. “O ministério está conversando, inclusive com empresas privadas como Oi e Embratel e buscando soluções, com saídas pela Venezuela e Guiana Francesa, para atender os estados do Norte”, afirmou.

 

Enviado em: 15/06/2011
grupo.png 0 pessoas comentaram

comentario.png Deixe seu comentario
Nome:

Email: (não é obrigatório)

Comentario:

Digite o que está escrito abaixo:

Copyleft© ONG Ação Digital 2012 – versão 2.6

Desenvolvido por Jezmael Basilio & Thalles Robson